Postagens

Mostrando postagens de 2013

Domesticação dos gatos do inicio até os dias de hoje

A história da domesticação do gato começou há cerca de 5000 a.C no Antigo Egito. Os gatos tiveram neste período seu ápice de glória. Venerados como divindades, os gatos domésticos eram tratados como membros da família. Tinham importante papel no controle de pragas, pois caçavam ratos que se proliferavam rapidamente.
Os gatos também eram admirados por sua beleza e poderes “mágicos”. Havia uma importante deusa, chamada Bastet, que tinha forma de uma gata e era a deusa da fecundidade. Matar um gato era crime punido com de pena de morte.
Os gatos começaram a se espalhar do Egito, sendo levados por mercadores fenícios para todos os países mediterrâneos. Na Grécia, eles já utilizavam as doninhas como controladoras de roedores e o gato não teve o mesmo prestígio que gozava no Egito. Na Roma antiga, teve seu papel de caçador e animal de companhia reconhecido, mas após o imperador Teodósio banir os cultos pagãos, a imagem do gato, que era associada à deusa Diana caçadora, que tinha seus ritos li…

como ensinar truques ao gato

Imagem
Você sabia que os gatos também podem a prender a sentar, dar a pata, e até a miar sob seu comando?
Saiba agora como você pode ensinar esses truques para o seu bichano! Pra começar…
Antes de qualquer coisa, você precisa escolher o incentivo que vai usar pra recompensar o gato quando ele fizer o truque desejado.
É mais fácil começar oferecendo uma guloseima que o bichano curta  bastante. Com o tempo, você pode substituir o petisco por outras coisas que o felino goste muito: um carinho, abrir a porta do quarto ou brincar com ele.  Sentar
Quem disse que só os cães sabem? Fazer o seu gato aprender a sentar é super fácil! Segure o petisco acima da cabeça do bichano, sem deixar que ele pegue. Espere o felino sentar ou tente estimular essa atitude, fazendo-o andar de ré. Isso porque, alguns gatos costumam dar passinhos pra trás antes de sentar.
Quando ele sentar, dê a recompensa no mesmo instante. Mas sem exagero! Dê um pedaço pequeno, pois se ele se empanturrar de petiscos não vai querer praticar m…

Como os gatos demonstram carinho

Imagem
É comum dizerem que gatos não gostam da gente, mas sim da casa. Que não interagem com seus humanos. Que não demonstram amor. Quem diz isso com certeza nunca teve um gato, e muitas pessoas continuam cometendo o erro de achar que gatos são cachorros pequenos e bigodudos, e esperam que ajam como tal. O que acontece é que, ao contrário dos cachorros, sempre esfuziantes ao demonstrar seu carinho (rabos abanando, pulos, latidos, até xixi!), os gatos são muito mais discretos nas suas demonstrações, e cabe a nós aprender a percebê-las. Abaixo colocamos algumas das maneiras como os gatos demonstram carinho por nós, meros humanos. Felinos normalmente usam técnicas muito sutis para demonstrar afeição; estes sinais podem passar despercebidos por um tutor inexperiente. Aqui estão os sinais mais comuns: PISCAR: Normalmente os gatos encaram estranhos e adversários em potencial (sejam felinos, humanos, ou outro ‘inimigo’ qualquer) com um olhar fixo, sem piscar. No mundo dos gatos, o maior gesto de conf…

Algumas coisas que você precisa saber sobre o gato

Imagem
Os gatos são animais fascinantes e místicos. Existe muito a dizer sobre este animal e deixamos aqui algumas curiosidades que tentam desvendar algumas das questões mais engraçadas sobre estes bichinhos: Os antigos Egípcios tinham pelos gatos uma adoração como se fossem Deuses. Os gatos foram domesticados no Antigo Egito, há mais de 4000 anos atrás. No Antigo Egipto, matar um gato era um crime punido com a morte. Ainda no Antigo Egipto, eram feitas múmias de gatos que eram colocadas em túmulos juntamente com ratinho embalsamados. Numa antiga cidade foram encontradas 300.000 múmias de gatos. A região do cérebro responsável pelas emoções é igual nos homens e nos gatos. O cérebro do homem é muito mais parecido com o do gato do que com o do cão. Contrariamente ao que a maioria das pessoas pensa, cortar as unhas aos gatos é algo muito diferente do que por exemplo, cortar as unhas a um cão. No caso dos gatos isto implica a amputação da primeira junto do dedo dos gatos, o que é muito doloroso. Os gato…

Gato Solitário - Mitos e verdades

Imagem
Gato solitário: É mesmo verdade que os bichanos preferem ficar sozinhos?
Gatos costumam passar a imagem de animais solitários e, às vezes, eles preferem mesmo ficar sozinhos a ter que interagir com qualquer animal ou pessoa. Mas gatos são animais independentes e precisam também da privacidade deles e prezam por isso. Um gato solitário, contudo, também pode gostar de compainha.


  Mesmo que o gato possa se entreter com o dono, mas não passe muito tempo com ele, ter um outro gato é a maneira de não deixar o felino muito sozinho e dar ao animal alguém para brincar e que o "entenda" melhor e mais fácil.
  Os gatos não precisam se tornar melhores amigos, mas é sempre bom ter outro da mesma espécie por perto, ajuda a afastar um pouco a solidão deles caso fiquem sozinhos em casa. Muitos veterinários indicam que, se deseja ter um gato, tenha dois para um fazer companhia para o outro.
  Quando sozinhos, os dois gatinhos podem ter mais atividade física, entretenimento e companheirismo um c…

Gato e Passaro - É possível uma boa convivência?

Imagem
Sempre que se quer juntar dois animais domésticos de espécies diferentes na mesma casa, muitas dúvidas vem à tona sobre uma boa convivência. Em alguns casos é mais simples, como juntar cachorro e gato, pois eles não são inimigos naturais. Entretanto, há quem queira ter gato e passarinho em casa, e esse tipo de união é mais complicado, pois entre as espécies há sim uma relação natural de predador e presa. O que não quer dizer que a convivência seja impossível.


Tudo é questão de personalidade


Quando se quer unir gato e passarinho no mesmo ambiente, tudo depende. Há situações que são mais simples para criar uma relação amigável e outras mais complicadas, tudo vai depender de como ela acontece e da personalidade dos animais.
Lidar com filhotes é a maneira mais simples de acostumá-los a animais de outra espécie, pois eles ainda não desenvolveram sua personalidade e seus instintos ainda são baixos (embora existam).  Ter um gatinho filhote sendo criado desde cedo em contato com o pássaro é a ma…

Dicas para ENTENDER OS GATOS!

Quem tem gato, geralmente consegue entender o que seus bichanos querem, como querem e quando querem! Isso acontece pois acabamos desenvolvendo uma comunicação própria na relação que temos com eles e, assim, compreendemos suas vontades e anseios. 
Vamos entender melhor o comportamento dos pequenos felinos mais comuns, como vocalizações / miados, linguagem corporal, olhos, cauda e posição das orelhas! 
-POSIÇÃO DAS ORELHAS.

Antes de tudo, vamos lembrar que a audição é o sentido mais importante para o gato, pois assim eles identificam os barulhos no ambiente e percebem tudo ao seu redor. As orelhas também desempenham uma função social e revelam muito sobre o 'estado de espírito do felino'. 
1. Orelhas eretas:O gato está numa postura neutra, ou seja, não demonstram agressividade. Caso ele esteja com as orelhas eretas e a cauda se mexendo, significa que ele está querendo brincar!
2. Orelhas abaixadas:Se a orelha estiver abaixada e a cauda balançando, significa medo ou agressividade, ou …

Ciclo Reprodutivo em Gatas

Imagem
Gatas são animais poliéstricos estacionais. Isto significa que seu cio depende da época do ano, geralmente na mais quente ( estacional, de estação ) e que tem vários períodos de cio nestas épocas  (poliéstrica). E ela é ovuladora induzida (só ovula quando cruza). Em humanos e em cães, o ovário, em determinada fase do ciclo reprodutivo, libera um ou mais óvulos; em gatas, o óvulo só é liberado depois da monta (cruza). Se após a gata cruzar, o cio persistir, é porque não houve fecundação e a fêmea não está prenhe.
Em algumas fêmeas, basta uma cruza para se ter ovulação; em outras, são necessárias várias montas.
Os intervalos entre os ciclos duram em média 6 semanas em gatas que cruzam mas não ficaram prenhez. Se sabe quando a fêmea está para entrar no cio, ou já está nele, quando ela se esfrega demais nas coisas e nas pessoas, e fica rolando no chão, fica mais carinhosa, começa a urinar mais, e as vezes urina em jatos para demarcar território, como os machos. Ela "chama" o macho, en…

Gato que para de comer, boa coisa não é principalmente se for gordo.

Imagem
Primeiro temos que descobrir por que parou de comer. Se tem alguma doença sistêmica associada, se tem dor de dentes (LORF), se está estressado (ficou sozinho, mudou de casa, entrou outro animal na casa etc) ou simplesmente enjoou da comida. Gato obeso quando para de comer usa a gordura acumulada no corpo como fonte de energia e essa gordura acaba se infiltrando no fígado, desenvolvendo uma grave doença hepática chamada LIPIDOSE HEPÁTICA. Assim além de descobrir e tratar o que esta fazendo com que pare de comer, temos que fazer com que coma imediatamente e uma das opções é colocar um tubo esofágico ou gástrico para forçar a alimentação. Alimentação por sonda em Gatos: Alimentação por sonda é uma forma alternativa de fornecimento de alimentação a um gato que sofre de anorexia ou tem alguma condição anatômica ou cirúrgica que o impede de comer normalmente. Porque é que o tubo de alimentação é necessária? O gato que não quer comer por conta própria, pode ser um fator crítico para a recuperação…

Significado de Gato Preto (superstição)

Imagem
O que é Gato Preto:

Gato preto Gato preto é um gato doméstico com pelagem de cor escura, muito associado à crenças e superstições. Na Idade Média, acreditava-se que os gatos pretos eram bruxas transformadas em animais, por isso existe a tradição que diz que cruzar com um gato preto é sinal de azar porém, em outras culturas os gatos dessa cor são reverenciados, e significam sorte.

Na Pérsia antiga havia a crença de que quando se maltratava um gato preto, era a mesma coisa que maltratar um espírito amigo, criado especialmente para fazer companhia ao homem durante sua passagem na Terra. Mas foi mesmo na Idade Média que surgiu a superstição de que os gatos de cor preta davam azar, muito devido aos seus hábitos noturnos, e também pela cor negra, que geralmente é associado às trevas.
No século XV, o papa Inocêncio VIII chegou a incluir os gatos pretos na lista de seres hereges perseguidos pela Inquisição, por serem acusados de estarem associados a maus espíritos e por isso, muitos acabavam sen…

Como fazer seu gato se acostumar com o seu novo gato

Imagem
1) Deixe o novo gato em um cômodo ou local da casa só
para ele por alguns dias.

2) Troque o cobertor, ou algum outro objeto, do gato novo com o gato residente. Assim, eles já se conhecerão pelo olfato antes de terem contato direto.

3) Depois de fazer isso, troque os gatos de lugar, deixando que o novo bichano explore a casa, enquanto o gato residente explora o aposento do novo morador.

4) Depois que os dois gatos estiverem à vontade com essa etapa, comece o contato entre os dois bem devagar. Primeiro, permita que eles se vejam, mas ainda sem estarem no mesmo ambiente.

5) Quando os dois bichanos estiverem mais calmos e seguros com a presença um do outro, deixe que o novo gato saia por alguns minutos. Vá aumentando a duração das visitas dia a dia.

6) É preciso paciência, esse processo pode demorar alguns dias ou até meses, dependendo da personalidade dos gatos. O tempo tende a ser menor quando um dos gatos tem menos de 4 meses de idade.

7) Durante todo o processo de apresentação, fale calmame…

Por que os gatos ronronam?

Imagem
Quem tem gato conhece o som agradável que esses animais normalmente produzem quando recebem um carinho, ou estão satisfeitos, ou até quando estão comendo. Estamos falando do ronronado, som tão conhecido quanto misterioso. Embora os estudiosos de felinos tenham se debruçado sobre a questão há bastante tempo, ainda não sabemos muito sobre tal comportamento. Ronronando de emoçãoA maior parte do que sabemos sobre o ronronado vem da observação dos felinos por parte dos seus donos. Se você tem um gato, você sabe como “fazê-lo ronronar”: fazendo um cafuné, situação infalível para provocar ronronados. O resultado disso é que a explicação mais típica para o ronronado é que se trata de uma expressão de felicidade e contentamento. Mas não é só nestas ocasiões que os gatos ronronam. Eles também o fazem quando estão sob pressão, como durante uma visita ao veterinário, ou quando estão se recuperando de um ferimento. Aparentemente, nem todo gato que está ronronando está feliz ou contente com sua situaç…